Funarte apresenta
De 6 de agosto a 30 de novembro - Ocupação do Teatro Cacilda Becker

Mesa redonda:

Dia 1 de Outubro, quarta-feira, às 19h30

Educar brincando: Um olhar sobre a criança e a liberdade de imaginar.
Palestrante: João Ferreira, Rosane De Assis e Márcia Feijó.

Oficina:

‘O palhaço e a expressão’

Ministrada por Glaucy Fragoso

Dia 04 de Outubro, sábado, das 14hs às 16hs.

Perfil dos Participantes: A partir de 10 anos, sem limite de idade, com experiência ou não em artes dramáticas e palhaço.

Ementa

A oficina propõe os estudos acerca das técnicas do ator e do palhaço, agregando recursos expressivos das duas linguagens para a criação de performances. Do ator, utilizamos o treinamento de consciência corporal, a investigação das expressões faciais e ainda o uso consciente da voz, para a interpretação das emoções. Então, investigamos o estado brincante e de afeto do palhaço, buscando seu modo inusitado, surpreendente e honesto de olhar o mundo.

Número de participantes – 14.

Espetáculo Infantil:

De 2 a 5 de Outubro, de quinta e sexta, às 20h, e sábado e domingo, às 18h. – apresentação do espetáculo Infantil LUA GIGANTE

LUA GIGANTE é um espetáculo infantil de circo que permeará o universo mambembe do circo-teatro, resgatando os aspectos históricos circenses no formato dos espetáculos realizados nas feiras, que nos primórdios se apresentavam usando elementos rústicos na encenação, garantindo à cena maiores poderes ao “fazer de conta”. Uma BICICLETA com balões – um aparelho voador – será a base da encenação, proporcionando diversidade e originalidade à técnica das acrobacias aéreas, especialidade dos artistas envolvidos e o fio condutor do espetáculo. O cenário se apropria de um sistema de traquitanas que dará suporte à dramaturgia e à pesquisa técnica corporal. Ele estará em movimento, garantindo à cena uma sensação de voo constante.

O modo como estas personagens habitam o mundo, a maneira como enfrentam esta aventura a procura de um lugar onde tudo pode, esbarra na forma como os palhaços usam a narrativa para construir um jogo reflexivo.

O espectador ganha um papel de destaque. A sua imaginação completa a proposta configurando o papel ativo do público. Um arranjo capaz de promover o estranhamento das coisas.

Duas personagens envolvidas num projeto em busca da LUA GIGANTE, inventam uma bicicleta capaz de voar, com ajuda de balões. Uma aventura escoteira que atravessa o mundo à procura de um lugar onde caneta é espada e desejo é lei. Partindo feito um foguete, numa tentativa de romper com os signos e significados que lhes foram engendrados, elas seguirão, agora, afetadas por uma outra relação com a gravidade. Como olharíamos as pessoas, as coisas, os objetos se não fôssemos carregados de significação? Como seria olhar para uma bicicleta que voa, uma nuvem de algodão doce, um jardim de pipas? No decorrer desta expedição, algumas situações de desafios e encontros inesperados dão forma a cena. Desde um braço gigante que oferece um copo de leite à um personagem até um adulto (na perna de pau) que entra em cena rompendo com os espaços construídos pela própria encenação. Um baloeiro-balão, um Astronauta e uma baleia que engole a tripulação, transformam a brincadeira de criança em uma busca de ideal. Um universo paralelo criado a partir da realidade em que vivem.

Elenco: Adelly Costantini, Bruna Lima, Celso José e Glaucy Fragoso
Direção cênica e roteiro: Joao Ferreira
Assistência de direção: Isabel Abrantes
Direção técnica: Daniel Elias
Cenário e Adereços: Diogo Monteiro
Assistente de cenário: Tiago Lima
Figurino: Camila Nhary
Adereços de figurino: Mariana Elias
Iluminação: Ananda Felippe
Trilha sonora: Isadora Medella
Pesquisadora de circo: Erminia Silva
Direção de movimento: Renata Reinheimer
Preparação de elenco e Supervisão de comédia: Ana Sauwen
Preparação corporal: André Rumjanek
Registro fotográfico: Renato Mangolin
Programação visual: Diogo Monteiro
Direção de produção: Ines Abranches
Produção executiva: Karina Nobre